img

EFI Connect 2019 reúne empresários para falar das evoluções da impressão digital

A EFI reuniu mais de 1,5 mil profissionais da indústria de impressão digital para a celebração de 20 anos do EFI Connect, conferência que reúne os usuários de soluções EFI para três dias de aprendizado e debate sobre o portfólio da empresa, além de tendências, conceitos de gestão, marketing, inovação e muito mais. O encontro aconteceu no Hotel Wynn, na cidade de Las Vegas, Estados Unidos.

O EFI Connect 2019 marcou a primeira apresentação do novo CEO da EFI, Bill Muir, que assumiu a posição no lugar de Guy Gecht. Em seu keynote, Bill lembrou das grandes revoluções tecnológicas e o quanto elas foram parte da transformação e avanço da sociedade, assim como o papel da impressão neste mundo cada vez mais conectado.

Para Bill Muir, nesta sociedade 100% mobile e social, o consumidor possui um poder a cada dia maior, e as empresas precisam se adaptar a estas quebras de conceitos e tentarem, na medida do possível, avançar juntamente com as transformações tecnológicas, pensando nas diferentes formas de comunicação e novos mercados que surgem.

O novo CEO da EFI reforçou que a impressão está em todo lugar, e que agregar valor ao impresso está aumentando as receitas das empresas. E para oferecer um serviço de valor agregado a impressão digital é a chave. “Há milhões de possibilidades de inovação com o digital”, frisou Bill Muir. Um exemplo é o web to print, que vem ajudando impressores ao redor do mundo a ampliarem seus raios de atuação e a cartela de clientes.

Bill Muir mostrou o compromisso da EFI dentro deste panorama: “A EFI é uma empresa que se desenvolve continuamente, sempre evoluindo para atender as demandas dos clientes”. A companhia quer que o cliente seja seu parceiro para que ambos alcancem o sucesso, indo além da venda. Isto só é possível com a construção de um ambiente de trabalho que posso fazer da experiência do cliente a melhor possível.

Sobre o Connect, Bill declarou algo que é sempre ouvido por quem participa da conferência: que a cada ano eles conseguem aprender algo concreto que conseguem levar para a empresa e ajudar de forma definitiva a fazer seu trabalho e seu negócio mais eficientes. E que, assim, a impressão possa seguir inspirando o mundo com muita criatividade.

Experiência de marca

Bill Muir conversou no Connect com Joe Popolo, proprietário da Freeman Company, empresa especializada em Brand Experience (experiência de marca), que ressaltou como as companhias que estão apostando em iniciativas criativas e diferenciadas estão conseguindo ir além e engajando com seus consumidores com maior eficiência.

Muitas das experiências de marca são executadas durante feiras e eventos, mercado que para Popolo está aquecido. Os eventos precisam ser dinâmicos, imersos e oferecer de fato uma experiência. Os jovens, diz Popolo, gostam de estar ao vivo nos eventos, de fazer parte de uma comunidade. A prova está nos festivais de música, sempre com alta presença de público e com muitas ativações de marca.

Esta nova forma de engajamento usa muito o digital, porém em nenhum momento abandona a impressão, que segue como estratégia altamente relevante para o time da Freeman, que tem alta produção em materiais de grande formato através de suas impressoras EFI VUTEk. Isto pode ser comprado nas próprias ativações de marca mais tecnológicas, como no uso de AR (realidade aumentada) e VR (realidade virtual); estes espaços são quase sempre decorados e demarcados com elementos impressos.

Ainda durante a conversa, Joe Popolo também lembrou de como a impressão digital trouxe a possibilidade da impressão mais personalizada, dando como exemplo as caixas de transporte, uma grande oportunidade de engajar ainda mais um cliente já convertido. E, claro, a preocupação com a sustentabilidade, também uma forte demanda atual.

Entrevista com Ernande Ramos, diretor de vendas da EFI para a América Latina

Durante o EFI Connect 2019, Ernande Ramos, diretor de vendas da EFI para a América Latina, falou sobre a relevância do evento, as novidades da empresa em diversos segmentos, como impressoras e softwares, entre outros assuntos. Confira por tema:

Relevância do Connect

Para a EFI, o Connect é uma ferramenta importante para o lado de negócios e para disseminar a informação e as novidades. Saímos de faturamento de 400 milhões de dólares há 10 anos para 1 bilhão. Quando você faz isso, você aumenta consideravelmente a base de clientes. Como atingir todos? Com um evento desta magnitude. Aqui é o local onde clientes vêm com ideias e sugestões, reclamações, trazendo a experiência de campo deles.

O EFI Connect é mais que um evento para mostrar o que é legal, o que estamos fazendo de bom para vender mais. É um dos objetivos também, mas o principal é espalhar toda essa informação e tecnologia, e receber o Feedback dos clientes, o relacionamento entre clientes, distribuidores, equipe de vendas global, é saber o que cada um está fazendo.

Assim, é um evento-chave para nós, alavanca o ano e dá a visão para onde vamos, quais são os investimentos, os novos produtos, o que esperar do mercado e fortalecer a base da EFI para clientes e futuros cliente.

O mercado de softwares para a EFI e o Brasil

O ano de 2018 foi para a área de softwares uma grata surpresa. Nós tínhamos uma expectativa e ela foi muito superada. As empresas começam a entender em momentos de crise a necessidade de um maior controle operacional. Quando este controle está na cabeça do colaborador, não há o controle de quanto entrou e saiu de material, a real perda e outros dados.

O software dá uma visão grande aos gestores sobre o que de material entrou, os pedidos, quais equipamentos estão ou não produzindo na velocidade correta, qual estará parado e o motivo, informações sobre manutenção preventiva, se falta algum suprimento, etc. Tem um controle detalhado da produção em tempo real na sala dele, e não um relatório no final da semana.

O sistema oferece alto controle de saída de produção porque mostra rapidamente onde a produção está. Tem controle mais claro e fácil, podendo agir na hora. Há maior gestão de estoque. Tivemos clientes que implementaram software e reduziram inventário de 10 milhões para 1 milhão de reais com a gestão inteligente em conjunto com os fornecedores. E estoque é dinheiro parado. O investimento em software te dá gestão mais clara para saber o que fazer e controle dos processos para saber o que está acontecendo. O Brasil foi uma grata surpresa, fantástica.

Algumas empresas de comunicação visual - mesmo grandes - têm dificuldade de entender gestão. Elas têm software, mas os controles ainda são muito “manuais”. E há uma dificuldade de mostrar tudo que o software faz, visto que muitos enxergam software e equipamentos de acabamento como custo. Mas a mudança de geração está mudando isso. O pessoal com pensamento mais jovem vem entendendo que a tecnologia de automação são fundamentais para fazer tudo acontecer. Isto está ajudando bastante as empresas a entenderem o caminho que precisam seguir.

Impressora Nozomi

O ano de 2018 para a EFI de maneira geral foi espetacular, tivemos efetivamente vendidas e despachadas 24 impressoras Nozomi pelo mundo. Foi de 50% a 60% acima do previsto.

A Nozomi vem evoluindo desde que foi apresentada como conceito na drupa 2016. Hoje, ela possui um sistema de alimentação diferenciado, saída de material totalmente novo, sistema de tração. Pela primeira vez tivemos um segundo pedido para o mesmo cliente. Isto traz a certeza que estamos no caminho certo.

A Nozomi é um produto estratégico para a EFI, é a única solução que imprime branco, o que faz do produto um diferencial de mercado. Ela é fruto de várias tecnologias EFI: o sistema de impressão é da Cretaprint para a área de cerâmica; o software EFI, sistema RIP Fiery, sistema de alimentação parecido com a impressão de etiquetas, ou seja, foi capturando as partes que a EFI tinha e tudo deu certo para criar uma nova solução.

Para empresas que possuem este ecossistema completo, fica fácil criar um novo produto. Então por isso que nos tês anos evoluímos tanto em vendas e tecnologicamente. Novas versões e tecnologias de Nozomi devem acontecer.

Um cliente chegou a fazer uma adaptação da Nozomi para impressão rolo a rolo, algo que não tínhamos desenvolvido. Temos cliente usando não só para caixas, mas também para display ponto de venda em mercados que não esperávamos. Nós aprendemos com os clientes, que estão nos dando uma noção de futuro espetacular. Na América Latina, nós tivemos muitas consultas nos dois últimos anos.

A impressão digital é uma tecnologia que não tem volta, mas os clientes querem entender melhor. Querem saber sobre a pré-impressão dos arquivos, o custo real, como vender, transportar, fazer o acabamento. Não é só comprar a impressora. Por isso é muito importante que todo o cliente que deseja entrar neste mundo venha falar com a EFI, porque não temos só a impressora, temos o ecossistema completo, desde o software que recebe o pedido, faz todo o gerenciamento da obra, da produção, faz todo o gerenciamento da impressora e do despacho. Como temos mais de 30 soluções instaladas, nós temos a experiência e a informação para passar. No Brasil, já temos muitos clientes interessados e a expectativa é de termos a primeira instalação ainda no primeiro semestre.

Planos para impressão digital têxtil

Em entrevista durante o EFI Connect 2019, Ernande Ramos, diretor de vendas da EFI para a América Latina, falou sobre o quanto a EFI vem trabalhando para levar soluções inovadoras e integradas ao mercado têxtil. “A EFI tem alguma frentes de investimento forte, atacando o mercado de forma agressiva. Uma delas é a parte de corrugado e outra é tecido. A EFI primeiro investiu na compra da Reggiani, e depois desenvolveu a FAbriVU para o mundo da comunicação visual, pois a Reggiani estava focada na moda. Já a FabriVU é focada em têxtil para soft signage”.

A EFI comprou ainda uma fábrica de tintas e depois o software Optitex 3D. “A EFI tem investido e visto este mundo com expectativa grande de crescimento sustentável no mínimo pelos próximos 10 anos. Os investimentos seguem e as novidades continuarão sendo lançadas”.

Ernande falou sobre o lançamento da Bolt: “Ela é um equipamento de altíssima velocidade e produção para a indústria de tecido, para moda. Vemos um grande crescimento deste mercado desde que adquirimos a Reggiani, especialmente Europa e EUA. Infelizmente, os mercados emergentes ainda não entenderam todos os benefícios de entrar no mercado de comunicação visual com tecido”.

O executivo da EFI conta que no ano passado teve boas consultas de clientes na região querendo entender mais sobre novas tendências e tecnologias. “A questão do Brasil e outros países é o fato de competir em um mercado saturado. Todos querem fazer banners, só que isso acaba tendo uma margem ínfima, então é preciso buscar mercados que te tragam mais valor agregado. Um delas é tecido. E as empresas estão vendo só os pequenos banners no mercado de comunicação visual, sendo a única mudança de vinil para tecido. Mas é preciso ir além e aliar criatividade e tecnologia. No Brasil, estamos com grande expectativa de vender a primeira neste trimestre da FabriVU 340i. O cliente vai ver a máquina em Bruxelas no Demo Center para conferir como ela funciona e tirar dúvidas técnicas”.

Ernande explica ainda que algumas empresas estão entendendo e vendo o caminho do tecido. “Quando as empresas começarem a ver os concorrentes instalarem os equipamentos e entendendo para onde estão indo, vão notar que é um mercado bom para investir. Estamos esperando o boom do mercado de tecido na América Latina em geral, e com boas perspectivas econômicas para 2019, acredito que tenhamos espaço para uma ou duas soluções de impressão digital FabriVU para o mercado de soft signage”.

Os benefícios do tecido em um mercado como comunicação visual são vastos, explica Ernande Ramos. “É preciso olhar para toda a cadeia de produção da comunicação visual e não só o custo. Quando o cliente olha transporte, reciclagem, facilidade de instalação - não precisa de tanta gente para instalar, a estrutura para instalação é mais barata, então é preciso ficar atento ao têxtil”, finaliza.

Leia mais



Mais notícias

Quer Receber Mais Notícias do Mercado de Impressão?
Cadastre-se Agora!



March, 2022
Tuesday to Friday, From 1 pm to 8 pm
Saturday, From 10 am to 5 pm

Expo Center Norte
Sao Paulo - Brazil


* Expressly prohibited entry for children under 16.
* Expressly prohibited entry for visitors wearing: shorts, sleeveless shirt, slippers.

News

Realization

Promotion and Sales

APS Marketing de Eventos

Educational Support

General Information

March, 2022
Tuesday to Friday, From 1 pm to 8 pm
Saturday, From 10 am to 5 pm

Expo Center Norte
Sao Paulo - Brazil


* Expressly prohibited entry for children under 16.
* Expressly prohibited entry for visitors wearing: shorts, sleeveless shirt, slippers.

Main Office (Brazil)

Sandra Keese
Tel: +55 11 4013-7979
Tel 2: +55 11 4013-7971
Email
Vendas Brasil
Claudia Menezes
Tel: 0xx11 4013-7971
Email
Danielle Mobricce
Tel: (0xx15) 3012-6619
Tel: (0xx11) 4013-7979
Cel: (0xx11) 95118-6000
E-mail
Rafaela Bruni
Tel: (0xx11) 4013-7972
Tel: (0xx11) 4013-7979
Cel: (0xx11) 98691-0018
E-mail



China Sales Representative logo peiac

Ms. Jean Lee
Director of Overseas Show Dept.
Tel: 0086-10-63361473
Fax: 0086-10-63361472
Email
Ms. Tracy Zhang
Department Of Printing
Tel: 0086-10-63361470
Tel 2: 0086-13810060131
Fax: 0086-10-63361472
Email



EUROPE Sales Representative logo FESPA

Michael Ryan - UK
Direct Line: +44 1737 228 351
Email
William Khabbaz - UK
Direct Line +44 1737 228 355
Email



Germany Sales Representative

Dr. Sven Breitung
VDMA - Druck- und Papiertechnik
Phone: +49-69 6603 1151
Fax: +49-69 6603 2151
Mobile: +49-160 963 10 534
Email
Internet: http://dup.vdma.org



US Sales Representative logo output links

Cesar Lizano
Direct Line +1-305-9796116
MediaBiznes
Email

© Copyright - Todas as marcas utilizadas neste site são propriedades a seus respectivos fabricantes.